Sala de Aula Invertida

SALA DE AULA INVERTIDA Aula invertida é todo tipo de aula que utilize recursos pedagógicos diferenciados facilitadores para que o aluno consiga estudar anteriormente sozinho e ao chegar na sala de aula já conheça o assunto abordado, ao contrário das aulas tradicionais, visto que o professor será apenas uma pessoa que vai organizar o pensamento do aluno, levar atividades como: exercícios, tirar dúvidas, propor desafios, fazer debates, dentre outros e, não apresentar o conteúdo durante as aulas como é feito nas aulas tradicionais. A preparação de uma aula invertida é preparada pelo professor com antecedência para que o aluno estude para o dia da aula, sendo que o professor utiliza os recursos pedagógicos mais variados possíveis podendo utilizar vídeos, simulações ou jogos como ferramenta para explorar os conteúdos de maneira mais dinâmica e interativa como incentiva Vygotsky. Que define uma aula completa a partir da qual o professor utiliza todos os recursos pedagógicos disponíveis como um todo e se puder criar recursos novos será ainda mais rica a abordagem do conteúdo. Ainda que para esta elaboração consuma um tempo maior no seu planejamento.

Já a entrevista postada no blogue, define aula invertida com um enfoque somente em vídeos com simulações de curta duração, para que o aluno não perca o foco ou se distraia, visto que os alunos não permanecem concentrados em nenhuma atividade com duração superior a 10 minutos e foi falado também que o melhor resultado são de vídeos com duração de 5 a 8 minutos. E a melhor estratégia para atrair os alunos a assistirem os vídeos é quando o próprio professor monta os vídeos e sem editá-los.

Contudo, em pesquisas científicas que tratam o trabalho sobre aula invertida utilizarem todos os recursos pedagógicos como um bom método de abordagem científica mais próxima da realidade e vivência do aluno e baseando-se na teoria de Vygotsky e a entrevista da revista utilizada no blogue que fala apenas do recurso do vídeo, podemos concluir que o exemplo acima citado é apenas uma única parte do método em questão. Então, quando um professor enriquece suas aulas utilizando estas ferramentas que a tecnologia nos proporciona, diminuímos a distância entre a linguagem formal da escola e a informal trazida pelo aluno. Não podemos deixar de citar se uma aula invertida funcionaria em um contexto como o das escolas estaduais de ensino, o que torna um desafio utilizá-la como recurso pedagógico e acompanhar seu desenvolvimento

Leitura para o embasamento teórico: ATIVIDADES EXPERIMENTAIS DE DEMONSTRAÇÕES EM SALA DE AULA: Uma análise segundo o referencial da teoria de Vygotsky

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *