Lista de Exercícios 2º Ano

Para os alunos do 2º ano (2016) seguem duas listas de exercícios.

Nos comentários dessa entrada, qualquer aluno pode publicar a sua solução (não é a resposta, é a solução! Isto é, o desenvolvimento até chegar a resposta final!) de uma questão qualquer da lista. Na medida que as resoluções forem publicadas eu comento a resolução (caso haja algum erro!).

No final, teremos o gabarito da lista feito coletivamente pelos alunos do 2º ano, mediados pelo Professor!

Sobre Prof. Sérgio Lima

Prof. Física no Colégio Pedro II , entusiasta de aprendizagens colaborativas e de Recursos Educacionais Abertos
Esta entrada foi publicada em Física e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

15 respostas para Lista de Exercícios 2º Ano

  1. Pingback: Resoluções Lista 2º ano – Rede Social do Aprendendo Física

  2. PEDRO disse:

    Lista de Leis de Newton
    Questão 4) Ɵ = 30º m1 = 20kg m2 = 30kg
    T1: tração no bloco apoiado T2: tração no bloco suspenso
    Decompondo T1 achamos que T1y = 30kg
    T1y = T1.1/2 = 30
    T1 = 60kg
    T1x = 60.√3/2 = 30√3
    A força de atrito do plano é o contrário de T1x. Logo para que o sistema esteja em equilibrio, a força de atrito deve ser igual e contrária à T1x.
    Logo, força de atrito = 30√3kg

    • Pedro, primeiro de tudo, forças não são medidas em Kg, mas sim em N.

      Pela 3ª Lei de Newton T1 = T2 = 200 N (20 x 10)
      A força de atrito deve ser igual a componente horizontal da tração T1:
      Fat = T1.cos 30º = 100. √3/2 = 100 √3 N.

      Assim, sua resolução não está correta :-(

  3. PEDRO disse:

    Lista de Leis de Newton
    Questão 3) Para a barra se manter em equilibrio, a soma de todas as forças atuantes tem que dar 0. A barra exerce uma força P para baixo, logo, é preciso uma força P (igual e contrária) para cima. A alternativa mais viável é a II, pois ela representa duas cordas iguais suspendendo a barra, com força (supostamente) de P/2 para cima.
    P + (-P/2 – P/2) = 0
    P – P = 0

    • Pedro , a barra II realmente é a que poderá ficar em equilíbrio. Mas os módulos das forças que equilibram a força vertical e para baixo não são, em módulo, NÃO iguais a força vertical! Na verdade faltam conceitos (momento de uma força) para uma explicação mais detalhada!

  4. PEDRO disse:

    Lista de Leis de Newton
    Questão 2) AB = T1
    Decompondo T1 achamos que Ty = – P e Tx= – F
    P + F + (Tx + Ty) = 0
    80 + 60 + (-80 – 60) = 0
    140 – 140 = 0
    T1 = |140|N

  5. PEDRO disse:

    Lista de Leis de Newton
    Questão 1) Como os ângulos são iguais, T1 = T2
    *Decompondo T1 e T2 achamos que T1y = T2y = P = 600N e
    T2x = T1x = T1.√2/2 ou T2.√2/2
    Impondo as condiçoes de equilibrio:
    P + T1 + T2 = 0
    600 + (600 + T1.√2/2) + (600 + T1.√2/2) = 0
    2.(600 + T1.√2/2) = -600
    600 + T1.√2/2 = -300
    T1.√2/2 = -900
    T1 = -1800/√2 –> racionalizando –> -900√2

    T1 = T2 = -900√2

    • Olá Pedro,

      Você tem que decompor as duas trações (1 – 30º e 2 – 60º) em componentes X e Y.

      Em Y:
      10.sen 30º + T2.sen 60º = P (1)

      Em X:

      10.cos 30º = T2.cos 60º => T2 = 10.√3 N (2)

      Substituindo (2) em (1):

      10.(1/2) + 10.√3.√3/2 = P => P = 40/2 = 20N

      Se o suporte for o teto, ele deve suportar a soma vetorial de T1 e T2 que é o Peso :-)

  6. Nara disse:

    ♡ solução da questão 1 da lista de Leis de Newton ♡
    -> considerando apenas o eixo Y do lançamento, temos uma questão de MUV.
    ❁ Voy = Vo . sen30 ❁
    ** 72km/h = 20m/s
    ** Voy = 20 . sen30
    ** Voy = 10m/s
    -> depois de conseguir as >velocidadestempo<, possamos achar o ΔS e responder a questão do enunciado.
    ~~ A velocidade no ponto máximo da trajetória é 0 (porque ela para e desce) ~~
    ❁ V = Vo + at ❁
    ** 0 = 10 – 10t
    ** -10 = -10t
    ** t = 1
    ❁ S = So + Vo + at^2/2 ❁
    ** ΔS = 10 – 10.1/2
    ** ΔS = 10 – 5
    ** ΔS = 5m
    Resposta: 5 metros
    (Se estiver errado, desculpa jskdhd)

  7. Iago disse:

    !!!solução da 1 da lista de lançamentos!!!
    >o tempo total da trajetória é o dobro do tempo que o objeto levou para atingir a altura máxima (vY=0)
    >>v=vo+at (muv)
    esse vo é aplicada apenas no eixo y, logo, voY= sen53 graus × 20 (velocidade inicial do objeto)
    voY= 0.8 × 20 = 16
    >>> 0= 16 + (-10)×t
    t= 1,6s.
    Conclui-se que o objeto ficou 3,2 segundos no ar. Resposta, letra b.

Mentions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.